Pesquisar neste blog e nos da lista

segunda-feira, maio 17, 2010

Poema para um Beócio

e5mgr9k9zd_lula_stegun

 

Se enganas inteira nação

Fingindo bom moço ser,

Messias das causas perdidas,

Da moral e ética guardião,

Aquele que a leva a crescer

Salvador de todas as vidas

 

Se mentes sem medo ou rubor,

Falcatruas te enriquecem, Barrabás,

E aos crápulas dás total proteção;

Se aos bons só destinas furor,

Aos honestos passas para trás,

Ratos e cobras formam teu brasão

 

Compras consciências, votos e sins

Às custas de moedas do erário

Calas opositores com censura e dobrões,

Empregas a ralé, te alias aos ruins,

Assalarias o corrupto, o ímpio e o falsário

Que, por precaução, não nomeio ladrões

 

Causas dó aos desavisados

Contando do miserável que foste

E vitimizas aos porcos que guias

Gastando todos os nossos dobrados

Na tentativa de elegeres teu poste

Deixando-o terminar o mal que farias

 

©Marcos Pontes

6 comentários:

ZazaSampaio disse...

Lula já é o próprio Elogio à ignorância.Seus dias estão contados e essa era de horror vai passar.

Anônimo disse...

Belíssimo texto! Parabéns amigo!

denise disse...

Muito bom, Marcos!
Ele deveria ler esse poema (se é que sabe ler).
Mas pra mandar tem que protocolar, porque o Lula só "lê" o que é protocolado. Lembra quando ele disse que não recebeu a carta do Orlando Zapata Tamayo, porque não foi protocolada?
Então como poderia saber da greve de fome se não recebeu nenhuma carta? Dissimulação em pessoa!!
Mas, voltando ao seu poema, gostei muito.

Bea - Compulsão Diária disse...

É muito forte e muito triste. E é tudo verdade;)

"Contando do miserável que foste .. vitimizas aos porcos que guias "

Vanessa disse...

Muito bom , Marcos mas não sei não, acho que essa mulher consegue ser ainda pior do que o Lula. E salve-se quem puder.

bjs

Luciano A.Santos disse...

Pior que é tudo verdade. E o poste vai enganar muita gente....