Pesquisar neste blog e nos da lista

terça-feira, setembro 27, 2011

Quase perfeita

AMBULN~1

A cada dia fica mais evidente a dicotomia entre o discurso e a prática petistas. Salta aos olhos o irritante discurso divorciado da prática, como se vivesse o governo/PT num mundo paralelo, um País das Maravilhas inimaginado em qualquer ficção infanto-juvenil.

Lula havia afirmado que a saúde pública estava perto da perfeição, em mais um espetáculo de escárnio e cretinice, pouco caso com a realidade sofrida de quem buscava o sistema estatal em seus momentos de dor, trauma e desespero. Se nessas horas de emergência o sistema é falho, sucateado, mal assistido, deficitário e desequipado de aparelhos, remédios e pessoal, nada ou muito pouco pode-se falar da quase inexistente medicina pública preventiva.

Sua sucessora fala em 10% de inaceitabilidade da máquina pública de saúde. O que inaceitabilidade para essa gente? Filas absurdas para atendimento emergencial? Meses de espera para uma consulta ou um exame? Hospitais caindo aos pedaços, como bem exemplifica o Hospital do Fundão, da UFRJ? Falta de medicamentos em postos de saúde? Ambulâncias sucateadas em pátios enquanto inúmeras localidades periféricas em todos os estados e em mais da metade dos municípios encontram-se desassistidas desses veículos? Nas fraudes descobertas, nas desconfiadas e na, por enquanto, escondidas?

Se esses e muitos outros problemas resumem-se a 10% de inaceitabilidade do sistema, então Lula tinha razão, estamos perto da perfeição. 90% perto da perfeição. Não é assim, porém, que percebem a realidade as multidões que afluem diariamente aos hospitais e postos de saúde, gente que chega com unha encravada e volta para casa com gangrena na mão, gente que pernoita doente nas calçadas para conseguirem uma senha para exames clínicos.

Morre-se em silêncio nas filas e este silêncio é esporadicamente quebrado quando os Jornais Nacionais da vida flagram a morte de um velhinho à porta de um hospital por falta de assistência enquanto milhares de outros velhinhos sofrem Brasil a dentro e os gerentes do país tratam-se nos Sírios e Libaneses e Alberts Einsteins de excelência, às custas do mesmo erário que engorda e continua deficitário.

Pelo tanto de impostos que pagamos, não queremos “aceitabilidade”, mas qualidade superior.

 

©Marcos Pontes

7 comentários:

Mima disse...

Ô tio! Tudo bem? Passei a seguir teu blog há poucos dias. Mas com pouco tempo que comecei a te seguir, me aparece uma mensagem sempre que entro no blog, indicando que existe algo de errado com o seu blog. A tela fica vermelha e o aviso é de alguma ameaça vinda de seu blog. O que será? Tem como você vê isso?

Um abraço! De sua sobrinha,

Jemima.

Mago disse...

Pois é meu caro, eu rondo minha mente e não consigo encontrar uma resposta que seja no mínimo aceitável para apergunta que não que calar: O que faremos nós diante de tantos partidos políticos corruptos? Sim, porque não é só o PT, embora eu saiba que este é o seu preferido para dar pancadas. Há pessoas que vivem no mundo azul do PSDB e dizem que foram eles, os psdbistas que salvaram e salvarão o Brasil. Uma piada sem graça, opoder muda de mãos e opovo continua na mesma...
Um grande abraço, voltei por tive saudades. Até logo.

Max Coutinho disse...

Olá Marcos,

Já há muito, este blog foi-me recomendado pela Bea e, finalmente, cá cheguei. Resultado: amei, amei e amei.

Na minha opinião, a blogosfera serve para isto mesmo: activismo político, exposição da má gestão política, da corrupção, das promessas eleitorais por cumprir, e elogiar os governos quando necessário.

Não sabia que a situação no Brasil fosse assim tão má (sabia que não era perfeita, mas não tão má assim). Ainda há muito por fazer, mas não tenho a certeza que seja um governo do PT a consegui-lo.

Um abraço e voltarei

Rafael Sorigoti disse...

Amigo, achei interessante o texto, é fato que nossos governantes estão vivendo o mundo da Alice ... enquanto nós vivemos no Brasil de verdade ... quando eles ficam doentes recorrem aos melhores hospitais do Brasil enquanto a massa tem que ir até o SUS ...

Tenho um blog com texto indignados sobre vários assuntos ... se puder entra no meu blog...

Abraço

http://meuexamedeconsciencia.blogspot.com/

marciagrega disse...

Deveriam morrer todos os que idolatram o PT!
Eita gentalha conivente e incauta!

Beijão

Tom disse...

Sempre reclamam quando eu falo, mas tô nem aí.
O Lula não dizia tanto que a saúde pública no Brasil beirava a perfeição? Então por que ele não usou o SUS e um hospital público pra tratar seu câncer?

Magui disse...

Por isso cuido da minha saúde, no sentido positivo. Saúde em fila é sentido negativo.