Pesquisar neste blog e nos da lista

domingo, julho 04, 2010

Quem é o índio?

indiodacosta

 

Começando pelos dados gerais. É carioca, tem 4º anos, bacharel em Direito, cumpriu um mandato de vereador pelo PFL, hoje DEM, de 2000 a 2004, foi “prefeitinho” do Parque do Flamengo durante a administração de César Maia (que o adotou e protege), foi secretário municipal da cidade do Rio, também sob a batuta de Maia concomitantemente, em parte, com o mandato de vereador (entre 2001 e 2006).Foi, ainda, membro do Conselho Municipal de Desenvolvimento do Rio de Janeiro e Administrador Regional de Copacabana e Leme. O rapaz, portanto, tem uma boa experiência de administração, tem, porém, uma pequena nuance que me levava a desrespitar Carlos Minc como ministro do Meio Ambiente: uma vida de Zona Sul carioca.

Nada contra a Zona Sul carioca, muito pelo contrário. Se eu morasse no Rio, era ali que procuraria uma casa ou apartamento, mas, pegando o Minc como exemplo, a visão dos problemas daquela região são apenas a sombra da média dos problemas nacionais. Se Minc teve problemas, e muitos, com os produtores rurais, com os amazônidas de um modo geral, fossem extrativistas ou industriais, justamente por desconhecer as grandes causas nacionais, ainda não se pode ter a garantia de que Índio da Costa, cuja notoriedade Brasil a dentro deu-se por sua relatoria do Projeto Ficha Limpa, tenha conhecimento dos problemas nacionais.

A Zona Sul carioca do asfalto, tem ruas pavimentadas e esgotamento sanitário; no Norte e Nordeste o percentual de cidades que contam com esses serviços é mínimo. Na Zona Sula carioca dengue, tuberculose e hanseníase, por exemplo, apresentam índices suíços, ao contrário do que se encontra na Baixada Fluminense ou interior do Mato Grosso. Não há falta de moradias na Zona Sul do Rio, ao contrário, já há falta de espaço para tantas residências, as casas e casarões vão sendo empurradas para baixo da terra, como infraestrutura para os espigões; no país inteiro há, segundo estimativas do próprio governo federam, carência de 12 milhões de residências. Numa busca rápida, encontrei 12 hospitais na Zona Sul carioca; em zonas de aglomerados populacionais, como, por exemplo, esse Extremo Sul baiano em que vivo, um hospital público atende a cinco, seis municípios, cada um com média de 80 mil habitantes. Ou seja, um hospital para 400 mil habitantes. Em régios mais distantes do Centro-Sul essa carência de atendimento médico-hospitalar é ainda mais grave.

Não vem ao caso, pelo menos no momento em que é premente o desmantelamento da máquina petista que assola e pilha o país, se o Índio é cria dos Maia, se foi absolvido nas investigações de envolvimento em superfaturamento de merenda escolar, se é jovem demais ou se jamais afastou-se do eixo Rio-Brasília, mas se, como imediato substituto do presidente da República, seja por viagem ou por afastamento permanente, conhece o país a que pode presidir.

Achar que vice é apenas um cargo decorativo é erro grave. Do final da ditadura aos dias atuais, tivemos quatro presidentes eleitos: Tancredo, Collor, FHC e Lula. Dos quatro, dois cederam a vaga a seus vices. Tancredo morreu e colocou o Sarney, totalmente despreparado para o cago, fazendo um mandato de remendos, principalmente na economia, quase nos levando à bancarrota irremediável. Collor não soube afagar os bolsos e os egos de seus parlamentares e foi defenestrado, deixando a cadeira para indeciso Itamar, que teve a sorte de contar com o ministro FHC, o homem que colocou o país nos eixos, reformou e estabilizou a economia, não sem sangrar, a ponto de polarizar o país entre os que o amam e os que odeiam. Vice não é carguinho de pouca monta, é coisa muito séria e deve ser ocupada por gente capaz, algo que sei que Temer não é, além de pouco honesto. Resta saber se o jovem Antonio Pedro de Siqueira Índio da Costa seria um bom nome.

Não quero esperar para descobrir depois das eleições, é necessário saber agora para não chorar depois.

©Marcos Pontes

 

Resposta ao Alarico Trombeta: Sr. Alarico, espero que seja esse seu nome, ser democrata não significa que eu vá aceitar qualquer comentário, principalmente quando tais comentários são apócrifos e/ou partem direto para a agressão. É muito cômodo atirar pedra escudando-se na covardia da multidão e do anonimato.

Por anos os comentários deste blog foram abertos, sem qualquer moderação, até que cansei da agressão gratuita.

A propósito, o senhor poderia fazer a mesma reclamação em blogs como os do Nassif, do PHA, dos de apoio  Dilma, etc. Pela sua lógica, devo deduzir, portanto, que o senhor não considera os que apoiam a candidata do governo democratas. Se bem que isso eu nunca os considerei mesmo.

12 comentários:

Blog de um Brasileiro disse...

muito prudente o texto.

Denise Dalledone disse...

É isso mesmo, Marcos, nas minhas idas ao Rio de Janeiro, percebi que a zona Sul é outra cidade, muito diferente do "suburbio" como eles chamam. Além disso, há uma guerra entre zona Sul e o suburbio e ainda ouvi de uma "senhora zona sul": não vá à praia no domingo pq tem muito suburbano". Triste isso!Mas meu amigo "suburbano" também odiava a zona sul, é recíproco. Não entendo isso.
Então voltando ao vice, espero com muita esperança que todos os estados do BR, sejam beneficiados, não apenas a "zona Sul" do BR, que não quer dizer literalmente aqui no Sul. E espero que ele seja competente e honesto, principalmente. Estamos cansados de tanta corrupção e mentiras. Quanto ao Minc, não serve pra nada, a não ser subir num trio elétrico e defender coisas irrelevantes para o BR, vc sabe o que, né?

Bea - Compulsão Diária disse...

Ah, Marcos com índio ou sem índio essa eleição, sinceramente! Achar que Serra "desmonta máquina petista" é muito otimismo. FHC é cúmplice de Lula. eles devem ter combinado. Vc fica um pouquinho e eu outro pouquinho. Troca-troca podre. E pior...com índio Serra afunda mais ainda. Vai dar na água.

Concordo que a biografia conta na ação de qualquer um e pra mim o que interessa é o nível de valores morais, os méritos adquiridos pelo esforço.

O Brasil não tem homens à altura de seus desafios.

quanto ao fato de elegermos quem é da zona sul...elegemos um "proletário" do ABC...deu nessa droga que está aí. Estamos em plena ditadura, Marcos.
Até na missa o bispo protesta, denuncia. Nem o bispo aguenta mais;))

Bea - Compulsão Diária disse...

Mais uma coisa: Minc podia nascer onde fosse que seria venal, vulgar, canalha e indecente sempre!

Doroni Hilgenberg disse...

Oi Marcos
Sou leiga no assunto para falar do Rio, pois só conheço uns pontos turisticos inclusive a Praia de Copacabana e o Cristo, etc...
Mas quanto a esse parlamentar, ao menos parece não fazer parte do rol dos fichas sujas, já é um bom começo. A verdade é que estamos aborrecidos,desorientados e não sabemos mais a quem recorrer, porque nosso governo tá mais sujo que latrina.

bjs

Luma Rosa disse...

No Brasil, jovens e idosos sofrem muitos preconceitos e vejo muita força de vontade, opinião e capacidade neste rapaz. Assisti alguns vídeos no Youtube para analisar sua articulação e ele é bom em suas colocações e mais que isto, tem idéias que igualmente o Collor poderá sofrer um banho frio em Brasília.
Aqui no Rio, lembro quando ele como vereador, defendeu a proibição de venda de merenda nocivas à saúde das crianças. Agora com as chuvas, criticou a administração e o uso incorreto do dinheiro enviado pelo governo federal.
Talvez o mais importante, como deputado foi o seu pedido de um plebiscito sobre a pena de morte, tema que os políticos experientes evitam e sobre o dinheiro que o Brasil mandou para o Haiti antes da tragédia, ele se posicionou contrário, indo mais além, falou claramente que o governo parecia "beber cachaça" ao financiar tropas no Haiti enquanto o Brasil vivia uma "guerra civil". Dinheiro do Brasil, dos brasileiros é para ser distribuído somente entre a população brasileira.
Se Serra queria sangue novo, conseguiu! Agora vamos ver se o eleitorado quer o mesmo! Beijus,

Bea - Compulsão Diária disse...

quem é o índio?
Indio da Costa, do DEM do Rio de Janeiro, foi o relator na Câmara do projeto de lei Ficha Limpa (Lei n.º 135 / 2010), que impede políticos com condenações na Justiça de concorrerem a cargos eletivos. Ele começou na vida pública em 1993, na equipe do então prefeito César Maia. Está em seu quarto mandato parlamentar e foi eleito deputado federal em 2006 com 91,5 mil votos. Antes disso, foi vereador por três mandatos.
Antonio Pedro de Siqueira Indio da Costa, carioca de 39 anos, é advogado, especialista em Políticas Públicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É autor de dois livros sobre gestão pública, Administração Pública no Século XXI (2007) e A Reforma do Poder (2003).
Na Câmara dos Deputados, é membro da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Comissão de Defesa do Consumidor e da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática. Em quatro anos de mandato apresentou 25 projetos de lei, na área da transparência do poder público, direito do consumidor, econômica e penal.
Como vereador no Rio, foi coautor da política de turismo da cidade do Rio de Janeiro. Atuou como secretário municipal de Administração (2001-2006), administrador do Parque do Flamengo (1993/94) e administrador regional de Copacabana/Leme.
fonte: http://blogs.estadao.com.br/radar-politico/2010/06/30/indio-da-costa-e-escolhido-o-novo-vice-de-jose-serra/

Bea - Compulsão Diária disse...

cont....
ele já respondeu a uma CPI da merenda, aberta por sua colega a vereadora do PSDB Andrea Gouvêa Vieira que investigou irregularidades na licitação para a compra de gêneros alimentícios. A cidade foi dividida em nove áreas (2005). Ganhava cada área aquele que oferecesse mais desconto nos 49 produtos básicos. A Comercial Milano ficou com quase tudo. Acertou todas as suas apostas.
nos contratos na cidade na época em que Índio ocupou a Secretaria de Administração (2001 a 2006).

http://tabuleiropolitico.blogspot.com/2010/07/uma-pessima-escolha-tucana-diz-que.html

Agora se há ou não preconceito contra o escolhido ? por serra ou imposto pelo DEM do Rodriguinho Maia é uma leitura ingênua uma vez que o que valem são fatos e não achismos.

Politicamente a escolha não agradou e pelos comentários em blogs os eleitores de Serra insatisfeitos migram pra Marina o que pra mim dá no mesmo. Então nessa zona de ninguém ocupada por Marina e Serra os eleitores estão atônitos. O PT está rindo porque Dilma Roussef, não só lidera as sondagens como tem o presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, indicado pelo PMDB - o maior partido em números (claro)do país, que apoiou Fernando Henrique Cardoso, durante os oito anos do seu mandato e fez o mesmo durante o mandato de Lula, nos oito anos seguintes. Lula e Cardoso que é meu ver não são adversários. Sabe muito bem o PMDB - do ex-presidente José Sarney - que apoiou um e outro sem problemas e assim não precisou indicar candidato próprio à presidência.

Enquanto Dilmabuldogueroussef está com 46% das preferências de voto e Serra com 38%, a candidata "verde" (ai minha santa paciência), senadora Marina Silva, está abaixo de 10%. O seu vice é o empresário Guilherme Leal, dono da Natura, (cosmético literalmente!!) que sempre se notabilizou por preocupação ambiental (urrrghhhh)

A copa acabou pro Brasil e se as eleições ocuparem as mentes dos brasileiros até outubro nada de mais interessante sairá delas porque a economia vai bem, Lula tem 80% de apoio popular e o PSDB e o PV estão traquilos. Não me parecem preocupados em vencer eleições e sim em ocupar cargos no próximo governo de esquerda. Estamos numa ditadura. Trocam-se os cargos numa dança macabra.

Duvido que nos próximos três meses aconteça alguma coisa.Com essa oposição cosmética a política brasileira está cada vez mais estéril de surpresas, valores, honra e coragem.

Bea - Compulsão Diária disse...

cont....
ele já respondeu a uma CPI da merenda, aberta por sua colega a vereadora do PSDB Andrea Gouvêa Vieira que investigou irregularidades na licitação para a compra de gêneros alimentícios. A cidade foi dividida em nove áreas (2005). Ganhava cada área aquele que oferecesse mais desconto nos 49 produtos básicos. A Comercial Milano ficou com quase tudo. Acertou todas as suas apostas.
nos contratos na cidade na época em que Índio ocupou a Secretaria de Administração (2001 a 2006).

http://tabuleiropolitico.blogspot.com/2010/07/uma-pessima-escolha-tucana-diz-que.html

Bea - Compulsão Diária disse...

cont...Agora se há ou não preconceito contra o escolhido ? por serra ou imposto pelo DEM do Rodriguinho Maia é uma leitura ingênua uma vez que o que valem são fatos e não achismos.

Politicamente a escolha não agradou e pelos comentários em blogs os eleitores de Serra insatisfeitos migram pra Marina o que pra mim dá no mesmo. Então nessa zona de ninguém ocupada por Marina e Serra os eleitores estão atônitos.

Bea - Compulsão Diária disse...

cont...O PT está rindo porque Dilma Roussef, não só lidera as sondagens como tem o presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, indicado pelo PMDB - o maior partido em números (claro)do país, que apoiou Fernando Henrique Cardoso, durante os oito anos do seu mandato e fez o mesmo durante o mandato de Lula, nos oito anos seguintes. Lula e Cardoso que é meu ver não são adversários. Sabe muito bem o PMDB - do ex-presidente José Sarney - que apoiou um e outro sem problemas e assim não precisou indicar candidato próprio à presidência.

Enquanto Dilmabuldogueroussef está com 46% das preferências de voto e Serra com 38%, a candidata "verde" (ai minha santa paciência), senadora Marina Silva, está abaixo de 10%. O seu vice é o empresário Guilherme Leal, dono da Natura, (cosmético literalmente!!) que sempre se notabilizou por preocupação ambiental (urrrghhhh)

A copa acabou pro Brasil e se as eleições ocuparem as mentes dos brasileiros até outubro nada de mais interessante sairá delas porque a economia vai bem, Lula tem 80% de apoio popular e o PSDB e o PV estão traquilos. Não me parecem preocupados em vencer eleições e sim em ocupar cargos no próximo governo de esquerda. Estamos numa ditadura. Trocam-se os cargos numa dança macabra.

Duvido que nos próximos três meses aconteça alguma coisa.Com essa oposição cosmética a política brasileira está cada vez mais estéril de surpresas, valores, honra e coragem.

Bea - Compulsão Diária disse...

cont...Agora se há ou não preconceito contra o escolhido ? por serra ou imposto pelo DEM do Rodriguinho Maia é uma leitura ingênua uma vez que o que valem são fatos e não achismos.

Politicamente a escolha não agradou e pelos comentários em blogs os eleitores de Serra insatisfeitos migram pra Marina o que pra mim dá no mesmo. Então nessa zona de ninguém ocupada por Marina e Serra os eleitores estão atônitos. O PT está rindo porque Dilma Roussef, não só lidera as sondagens como tem o presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, indicado pelo PMDB - o maior partido em números (claro)do país, que apoiou Fernando Henrique Cardoso, durante os oito anos do seu mandato e fez o mesmo durante o mandato de Lula, nos oito anos seguintes. Lula e Cardoso que é meu ver não são adversários. Sabe muito bem o PMDB - do ex-presidente José Sarney - que apoiou um e outro sem problemas e assim não precisou indicar candidato próprio à presidência.

Enquanto Dilmabuldogueroussef está com 46% das preferências de voto e Serra com 38%, a candidata "verde" (ai minha santa paciência), senadora Marina Silva, está abaixo de 10%. O seu vice é o empresário Guilherme Leal, dono da Natura, (cosmético literalmente!!) que sempre se notabilizou por preocupação ambiental (urrrghhhh)

A copa acabou pro Brasil e se as eleições ocuparem as mentes dos brasileiros até outubro nada de mais interessante sairá delas porque a economia vai bem, Lula tem 80% de apoio popular e o PSDB e o PV estão traquilos. Não me parecem preocupados em vencer eleições e sim em ocupar cargos no próximo governo de esquerda. Estamos numa ditadura. Trocam-se os cargos numa dança macabra.

Duvido que nos próximos três meses aconteça alguma coisa.Com essa oposição cosmética a política brasileira está cada vez mais estéril de surpresas, valores, honra e coragem.