Pesquisar neste blog e nos da lista

sexta-feira, outubro 15, 2010

a fé desfaz presidente?

1 a evan religiao politica

 

Até dois dia atrás eu e a Dona Chica (para os desavisados, Dona Chica é minha mui digna esposa), tínhamos um amigo, residente em outro estado, mas que já foi recebido em nossa casa e estava com passagem comprada para voltar a nos visitar e aqui ficaria hospedado.

O dito ex-amigo diz-se budista, tem um baita emprego público, é homossexual, adicto de drogas ilegais (não sei de todas suas experiências, mas já foi socorrido pela Dona Chica após uma quase over dose de cocaína, anos atrás) e tem profundas cicatrizes existenciais que inquietam sua existência mundana.

Pelo pouco que sei do budismo, é uma doutrina que visa levar o indivíduo ao nirvana, o fim dos sofrimentos, por meio do equilíbrio, este alcançado a partir do autoconhecimento. Estou errado? Me corrijam.

Não há religião ou filosofia milagreira. O indivíduo não atingirá o nirvana ou a santidade, seja lá qual for seu ideal de fim de sofrimento, sem antes passar pelo sofrimento em si. Ninguém é alçado a instância espiritual superior se não for pelo esforço, pela disciplina, pelo conhecimento, pelo aprendizado. Não basta se dizer desta ou daquela doutrina se “assina” sua ficha de adesão, mas não segue seus princípios. Não será católico de verdade se desrespeitar sem culpa os dez mandamentos, não será evangélico de fato se tiver em sua estante uma imagem da virgem Maria, e nem atingirá o nirvana se não encontrar no sofrimento mundano as portas para o equilíbrio.

Não se tem na história da República uma campanha que tenha se utilizado tanto dos princípios religiosos, principalmente os cristãos com fins eleitoreiros. E, por mais que a candidata petista acuse a oposição de ter levantado falsas acusações sobre sua religiosidade e seus princípios cristão, foi ela própria quem se colocou na berlinda ao assumir, durante entrevista À Folha de São Paulo, sua posição a favor do aborto por qualquer mulher que o quisesse fazer, e com recursos públicos. Ao dizer-se contrária, então já pré-candidata petista à presidência, armou os opositores. Não por sua defesa do aborto, mas por mentir.

Ser a favor do aborto é democrático, cada cidadão tem suas convicções, é direito garantido pela Constituição Federal a manifestação sobre esta ou aquela fé, esta ou aquela posição social (só o nazismo e a pedofilia são proibidos, mas esse é papo pra conversa mais longa), o que é inadmissível num candidato à presidência é a mentira deslavada, a mudança de posições de uma hora para a outra de acordo com suas aspirações eleitorais.

Dilma, educada em escola católica, mostrou que sequer sabe fazer o sinal da cruz, algo que não se esquece pela falta de prática, mas que, para tentar desfazer a imagem de abortista que ela mesma construiu, foi à missa no santuário de Nossa Senhora Aparecida. A mentira também é pecado condenado pelo catolicismo ou, pior, falar o santo nome de Deus em vão.

Agindo como agiu, Dilma além de macular sua já obscura imagem, quebrou sua candidatura em mais de mil pedaços. Voou pedaço de candidatura para todos os lados. Unindo-se a isso sua amizade, também negada, com Erenice 6% (seria um belo apelido para meretriz, o que não é o caso, fique claro), aquela que teve até artigo assinado por Marcos Coimbra na Folha de São Paulo, no dia 3 de outubro, elevando-a à presidência incontestavelmente, perdeu o fôlego, como o “cavalo paraguaio” do ideário popular.

Ela ajudou a se destruir do mesmo modo que nosso ex-amigo ajudou a destruir a nossa amizade por meio da religião.

Como e já disse, gay, ele deseja ver Dilma presidente para que o PNDH-3 se torne política de Estado e ele tenha o aval do estado para contrair “matrimônio” com companheiro homófilo. Justamente ele, tão destruído em suas convicções, com o espírito esfacelado que o budismo não conseguiu consertar, por isso mesmo não consegue manter um relacionamento por mais de duas semanas, desde que o conhecemos.

Ousou, o pobre rapaz, agredir Dona Chica naquilo em que ela mais tem convicção: sua fé católica. O mesmo fez Dilma. Destruiu a amizade que se parecia sólida entre sua candidatura e o eleitor religioso ao ferir sua religiosidade, seja com a defesa do aborto, seja com o pecado da mentira. Pior, mentira repetida à exaustão na esperança de que se tornasse verdade, o que não ocorreu e, ao que parece, não acontecerá.

(O tema desse post é uma junção das sugestões dos dois amigos tuiteiros @PoncianoMartins e @PhoenixVeritas, a quem agradeço).

 

©Marcos Pontes

13 comentários:

Beatriz disse...

Pois é: quem n vive como pensa, acaba pensando como vive, como disse Gabriel Marcel.
Quero dizer com essa frase que a ditadura do politicamente correto - braço do marxismo cultural - leva pessoas à loucura
Porque aqueles que não pautam suas vidas segundo os postulados da razão e do bom senso, sem o perceber, como que presos por um entorpecimento ou aniquilamento do raciocínio, passam a julgar ser razão viver sob o jugo dos instintos e das paixões, dos apetites mais baixos da sensibilidade. Essa regra, válida para qualquer homem, também é válida para o Estado, pois ele reúne as virtudes e os vícios de seus súditos. Daí estarmos pisando em ovos, vigiados por minorias furiosas que, a qualquer momento, descobrem um motivo para, com toda deselegância de suas mentes alteradas, nos fazerem engolir seus argumentos encharcados de iedeologia pret-`-porter.
Mudam de idéia, de "viagem" como birutas de aeroporto. Haja paciência. A minha acabou.

Sérgio Freitas disse...

Quanto aos seu artigo, não é necessário sofrer para alcançar a espiritualidade. Podemos optar por amar e faltou ao amigo salientar que Serra, também, está trabalhando a hipocrisia religiosa, sob as bênçãos de um FHC ateu.

Ery Roberto Correa disse...

É Marcos, a religião deveria caminhar independente da política e vice versa. Isto é um ideário. Infelizmente nossa paupérrima candidata a presidenta esculhambou o coreto, ou comodiria um grande escritor curitibano, "chutou o púlpito".

Mas parece que ela conseguiu alguma coisa. Acabo de receber um e-mail patrocinado pelo Leonardo Boff, assinado por um monte de padres e monges, recomendando o voto dos fiéis em Dilma Rousseff. Parece-me que é fruto do último encontro que ela teve com os religiosos. Aquele em que Lula também foi e entrou escondido, pela porta dos fundos.

@MyrianDauer disse...

O pior agora é denegrir os cristãos, tachando-nos de fundamentalistas…
Como se não tivessemos o direito de votar com nossa consciência e de espalhar nosso voto por aí…
Cambada!

Arthurius Maximus disse...

Misturar religião com política nunca dá certo. São mundos muito diferentes e objetivos mais diferentes ainda.

Concordo com a Beatriz quando ela afirma que a ditadura do politicamente correto leva as pessoas à loucura. Podemos ver isso claramente na postura de Dilma e do PT.

Ao serem colocados em cheque diante da questão do aborto (que é uma luta justa das mulheres e uma hipocrisia que ainda seja crime), poderiam ter argumentado com sensatez sobre o tema e mostrando o fato de que os abortos já ocorrem em massa atualmente. o Estado entraria apenas como inibidor das mortes e das mutilações que ocorrem em mulheres pobres, podendo fazer um trabalho psicológico e social com elas visando demovê-las da ideia de abortar.

No entanto, preferiam desdizer tudo o que pregam há mais de vinte anos e dizerem-se contrários a descriminalização.

Como já disseram em outra oportunidade, a César o que é de César e a Deus o que é de Deus.

TonMoura disse...

Muito bom, seria bom q os canalhas que somos obrigados a lhes endossar o poder pelo menos fossem honestos. Até o Hugo Chávez ficou melhor do que ela, pelo menos ele declara abertamente que o poder é dele e pronto e quem que discordar que mude de país.

CHUMBOGROSSO disse...

Amigo Marco, parece que quando todos acreditavam estar a sociedade embotada pelo "bem estar econômico", serão os "valores tradicionais" que decidirão estas eleições.
Não deixa de ser uma notícia auspiciosa, pois aqueles que podem "burlar" a verdade e os valores por sua capacidade de "promover" advogados, estão lembrando aos "bolsistas", que com eles a lei não terá a mesma condescendência.
Leis não são respeitadas por uma questão de "princípios", mas porque a mão da "verdadeira justiça", pesa mais injustamente sobre uns do que sobre outros.

Adao Braga disse...

Afrontar a ICAR e os Evangélicos de uma vez só, é algo inédito.

Nunca na história do mundo alguém conseguiu unir os dois grupos.

Joe_Brazuca disse...

well, well...

mas que "cazzo" de personalidade é essa de seu (ex)amigo, que "abriga " numa só mente ( só mente !!...deve ser a mentira "in persona"...rsrs), tantas linhas díspares tanto em filosofia, quanto em comportamento ?...
Num dá pra ser amigo disso aí não, meu !...rs

O budismo é diametralmente avesso ao uso de "psicotrópicos" !...o cara tá mais perdido do que pulga em canil !...se não rever seus conceitos e auto-atitudes, vai dar murro em ponta de faca até o desencarne !...e sem dúvida , pegará um umbral "da pesada" por lá, pq por lá, num tem negociação e o buraco é bem mais em baixo !

"Vinde a mim as criancinhas. Deles será o Reino dos céus." - Jesus, o Cristo

(ah !...Ery Correa !...tb recebi este e-mail...a Igreja tb está infestada de "reds", né não ?...rs)

olha que bonito (sobre o budismo...) :
"O 'nam-myoho-rengue-kyo' é a expressão da verdade máxima da vida e também evidencia sua realidade essencial.
nam=devotar - acumular infinita energia por meio da recitação do nam-myoho-rengue-kyo e agir de forma positiva consigo e com os outros, myo= místico(não é milagre) , ho= lei - a intrinseca natureza da vida é tão mística e profunda que transcede o âmbito do conhecimento humano(por ex.; nascimento,crescimento,velhice e morte, isso é naturalmente uma lei indestrutível que regula cada forma de vida, rengue=causa e efeito - o budismo vê essa lei em todos os fenômenos do universo e a simboliza pela flor de lótus que produz a semente(causa) e a flor( efeito)
simultaneamente, kyo=função e influência da vida, como também a transformação da vida.
Quando recitamos o 'nam-myoho-rengue-kyo' despertamo-nos para nossa potencialidade inata e adquirimos energia vital
e sabedoria para ultapassar qualquer dificuldade."

"um bloco de mármore pode ser um obstáculo p/ o fraco mas, um degrau p/ o forte".

Joe_Brazuca disse...

well, well...

mas que "cazzo" de personalidade é essa de seu (ex)amigo, que "abriga " numa só mente ( só mente !!...deve ser a mentira "in persona"...rsrs), tantas linhas díspares tanto em filosofia, quanto em comportamento ?...
Num dá pra ser amigo disso aí não, meu !...rs

O budismo é diametralmente avesso ao uso de "psicotrópicos" !...o cara tá mais perdido do que pulga em canil !...se não rever seus conceitos e auto-atitudes, vai dar murro em ponta de faca até o desencarne !...e sem dúvida , pegará um umbral "da pesada" por lá, pq por lá, num tem negociação e o buraco é bem mais em baixo !

"Vinde a mim as criancinhas. Deles será o Reino dos céus." - Jesus, o Cristo

(ah !...Ery Correa !...tb recebi este e-mail...a Igreja tb está infestada de "reds", né não ?...rs)

olha que bonito (sobre o budismo...) :
"O 'nam-myoho-rengue-kyo' é a expressão da verdade máxima da vida e também evidencia sua realidade essencial.
nam=devotar - acumular infinita energia por meio da recitação do nam-myoho-rengue-kyo e agir de forma positiva consigo e com os outros, myo= místico(não é milagre) , ho= lei - a intrinseca natureza da vida é tão mística e profunda que transcede o âmbito do conhecimento humano(por ex.; nascimento,crescimento,velhice e morte, isso é naturalmente uma lei indestrutível que regula cada forma de vida, rengue=causa e efeito - o budismo vê essa lei em todos os fenômenos do universo e a simboliza pela flor de lótus que produz a semente(causa) e a flor( efeito)
simultaneamente, kyo=função e influência da vida, como também a transformação da vida.
Quando recitamos o 'nam-myoho-rengue-kyo' despertamo-nos para nossa potencialidade inata e adquirimos energia vital
e sabedoria para ultapassar qualquer dificuldade."

"um bloco de mármore pode ser um obstáculo p/ o fraco mas, um degrau p/ o forte".

Joe_Brazuca disse...

well, well...

mas que "cazzo" de personalidade é essa de seu (ex)amigo, que "abriga " numa só mente ( só mente !!...deve ser a mentira "in persona"...rsrs), tantas linhas díspares tanto em filosofia, quanto em comportamento ?...
Num dá pra ser amigo disso aí não, meu !...rs

O budismo é diametralmente avesso ao uso de "psicotrópicos" !...o cara tá mais perdido do que pulga em canil !...se não rever seus conceitos e auto-atitudes, vai dar murro em ponta de faca até o desencarne !...e sem dúvida , pegará um umbral "da pesada" por lá, pq por lá, num tem negociação e o buraco é bem mais em baixo !

"Vinde a mim as criancinhas. Deles será o Reino dos céus." - Jesus, o Cristo

(ah !...Ery Correa !...tb recebi este e-mail...a Igreja tb está infestada de "reds", né não ?...rs)

Joe_Brazuca disse...

ah !...olha que bonito (sobre o budismo...) :
"O 'nam-myoho-rengue-kyo' é a expressão da verdade máxima da vida e também evidencia sua realidade essencial.
nam=devotar - acumular infinita energia por meio da recitação do nam-myoho-rengue-kyo e agir de forma positiva consigo e com os outros, myo= místico(não é milagre) , ho= lei - a intrinseca natureza da vida é tão mística e profunda que transcede o âmbito do conhecimento humano(por ex.; nascimento,crescimento,velhice e morte, isso é naturalmente uma lei indestrutível que regula cada forma de vida, rengue=causa e efeito - o budismo vê essa lei em todos os fenômenos do universo e a simboliza pela flor de lótus que produz a semente(causa) e a flor( efeito)
simultaneamente, kyo=função e influência da vida, como também a transformação da vida.
Quando recitamos o 'nam-myoho-rengue-kyo' despertamo-nos para nossa potencialidade inata e adquirimos energia vital
e sabedoria para ultapassar qualquer dificuldade."

"um bloco de mármore pode ser um obstáculo p/ o fraco mas, um degrau p/ o forte".

Luma Rosa disse...

Estava revendo o movimento "Xô Sarney" e dentre os participantes, vários petistas! Dizer que os petistas são torpes, normal! Mas e essa blogosfera que fecha os olhos para tudo de errado do PT? Devem também estar enchendo a caixa $$$$$$