Pesquisar neste blog e nos da lista

terça-feira, janeiro 04, 2011

Enquanto outro ri

6. A mentira2

“E na vida a gente
Tem que entender
Que um nasce prá sofrer
Enquanto o outro ri..”
Namorei com uma socialista – é, amiguinhos, também tenho meus pecados – e ela criticava esse trecho da música Azul da Cor do Mar, do Tim Maia. Na sua análise marxista, isso era puro determinismo, equivalia a dizer que uns nasceram para mandar e outros para obedecer, uns para serem ricos e outros para serem pobres. Eu, na minha inocência juvenil, via apenas a dor de um sujeito abandonado por uma mulher feliz, talvez a mesma que Chico Buarque cantou:
“atrás de um homem triste
há sempre uma mulher feliz”
Esses dois sujeitos, as personagens do Maia e do Buarque, apenas amargavam as dores de corno inconformados com a alegria da mulher amada.
Essa amiga acreditava na ditadura do proletariado, a mesma que, anos depois do nosso enrosco, fizera água na União Soviética, levando ao naufrágio de todo o império bolchevique.
A revolução vindo das bases, ou melhor, tendo as bases como massa de manobra, sempre passaram por carnificina, sendo as maiores vítimas os mesmos idiotas úteis, como nos denominou Yuri Alexandrovich Bezmenov, o ex-agente da KGB. Aliás, aí está o primeiro contrassenso dos esquerdistas. Para eles só os adversários usavam e abusavam das massas de manobra, os comunistas usaram a cooperação dos injustiçados sociais.
Mas isso tudo foi antes do Gramsci.
O inteligente vermelhinho italiano percebeu que a revolução marxista poderia ser mais inteligente, pacífica e paciente se manipulasse os senhores de engenho, ao invés de incitar as massas ao combate armado. Alguns nasce pra sofrer, mas o que lhe interessava eram os que riem. Cooptar os mandatários e fazer deles comparsas na revolução seria mais proveitoso, levaria mais facilmente à tomada do poder. Gramsci, contrariando os comunistas que, como minha ex-namorada, repudiavam a idéia de classes dominante e comandada, que eles preferem chamar de dominada, idealizou a revolução de cima para baixo e isso se tornou o caminho da revolução bolchevique moderna.
Franklin Martins, Antonio Palocci e a convertida Dilma, junto com o metamorfoseado Dirceu, aprenderam a lição. Uns, por ideologia, outros por inteligência tardia. Dirceu e Dilma pegaram em armas, criam na revolução sangrenta, que terminou dando em nada, enquanto que os mais intelectualizados da esquerda, preferiram a paciência.
É pela aplicação dos mandamentos de Gramsci que essa camaradagem chegou ao poder. Usaram do capital para instalar o tal socialismo marrom de que falou Brizola, o que não mudou foi a incompetência, seja dos tempos de Lênin e seus consecutivos, seja da turma que governa a América Latina, com exceção do Chile que vai muito bem, obrigado.
Não é à toa que vemos grandes donos de fortunas apoiando esses governos vermelhos. A eles foram oferecidas mais fortunas, vantagens e negociatas em troca de algumas “taxas de sucesso” e verbas públicas diretas ou por meio de isenção fiscal.
Gramscianamente, aplicam a máxima leninista de usar o capital dos capitalistas para instaurar o comunismo de meia dúzia. Enquanto isso, nas carteiras de trabalho alguns sofrem enquanto que nos palácios vermelhos, outros riem.

©Marcos Pontes

11 comentários:

Jurema Cappelletti disse...

Fico curiosa para saber como está, atualmente, sua ex-namorada. Se está prestando serviços sociais (de graça) ou casada com um marido de paletó e gravata, saindo num Honda 2.0 e passando uns dias em algum SPA. E se, no caso da segunda hipótese faça como a atual presidente: grite a favor dos necessitados , com uma bolsa de quatorze mil reais pendurada no braço.

Um abração, Ju

Velvet Poison disse...

Pobre moça... deve ser muito difícil ter que tirar teorias marxistas em tudo quanto há, hehe.

Mas para mim, uma coisa é fato: não somos todos dotados das mesmas capacidades. Não existe uniformidade. Os mais capazes tem a condução, sim, da "manada".

Para isso, no entanto, cumpre às pessoas de bem praticar o bem.

Anônimo disse...

todos os 'socialistas' que conheci estão bem de $$$$, casa grande com piscina, família toda pendurada em cargos públicos concursados...
a pobreza é para os otários!

Anônimo disse...

O que há de pior é o fato de os brasileiros, depois de verem a derrocada do regime em outros países, muito mais adiantados e alicerçados que o nosso, queiram tal aberração.Aliás, nem sabem o que é isso.Mas não haverá espaço para todos os intelectuais q apoiam esse governo.A briga será a grande derrota deles.Tenho certeza. E já começou.Deus seja louvado. opcao_zili.

Anônimo disse...

O que há de pior é o fato de os brasileiros, depois de verem a derrocada do regime em outros países, muito mais adiantados e alicerçados que o nosso, queiram tal aberração.Aliás, nem sabem o que é isso.Mas não haverá espaço para todos os intelectuais q apoiam esse governo.A briga será a grande derrota deles.Tenho certeza. E já começou.Deus seja louvado. opcao_zili.

Sonia disse...

Tenho observado essa evolução do chamado "Socialismo Moreno", de Brizola, nos últimos anos. As bandeiras de partidos socialistas são ostentadas em carrões importados e não conheço, realmente, um pobre sequer que acredite (ou mesmo que conheça, rs)na ideologia marxista.
Ao longo do tempo, criou-se um Trabalhismo Elitista, uma causa despropositada e vazia de ideologia e argumentos.
Uns sofrem, outros riem...mas, projetando à frente, eu pergunto: onde isto vai nos levar?

MC.EAGLE disse...

pois o povo foi e sempre será apenas massa de manobra na mão desses que Socialistas de antes, capitalistas de agora, revolucionários de ontem, conformistas e situacionistas de agora. Nunca acredite em quem diz ser "do povo" utilizam dele para chegar ao poder.

Adao Braga disse...

1 - Sobre a música:

Num especial sobre a vida de Tim Maia, numa entrevista, ele diz como, e qual a inspiração da música: Ele era amigo de RC e na mesma época, foi pro apto de RC e ele ainda não fazia sucesso Era apenas uma constatação.

2 - Sobre o passado oculto dos blog que leio:

O Reinaldo. O Polibio e Você tem no passado um certo envolvimento com este povo... você são é ressentidos. he he he he he

3 - Sobre o governo Dilma

- Eu não acredito! Exclamou uma doutora que fui atender hoje, ao saber, que Dilma vai, talvez, privatizar os novos terminais dos aeroportos!

Disse mais:

- Tudo que o PT pregou, ele abandonou, e tem sempre usado dois pesos e duas medidas!

Qual a novidade? Eu já sabia!

Beatriz disse...

Vivemos na mais cínica das épocas, dizia Nelson Rodrigues.

Essas pessoas - como sua ex-namorada (devia ser uma daquelas de bata indiana, sandália de couro de bode e calcanhar sujo) - empenham todos os recursos de seu “atletismo” verbal, afinal são acrobatas num malabarismo mental perpétuo, para reprimir ou tentar lhe roubar o pensamento nas rodas dos botecos ideológicos.

Esses esquizo-esquerdopatas , através de suas opiniões cínicas promovem o caos para viverem do ódio canastrão, depois de terem torcido e retorcido a linguagem em sua "leituras" e 'releituras" que desfiguram canções, livros , sentimentos.

kim rishis disse...

acho que julgar ideologias, é uma coisa, agora julgar ideologias por meio de pessoas esta errado, mesmo porque pessoas sao hipócritas e ignorantes.

Anônimo disse...

Já dizia também o Tim Maia: O Brasil é o único país onde pobre é de direita, prostituta tem orgasmo e cafetão tem ciúme