Pesquisar neste blog e nos da lista

quarta-feira, julho 15, 2009

986

Meu mais novo e-mail aos senadores.

Quem quiser, esteja à vontade de copiar e enviar em seu nome:

 

Excelentíssimo(a) Sr(a) Senador(a),

Ao vê-los se sujeitarem a serem presididos numa sessão por um homem acusado de tantas irregularidades administrativas e legais, fica-me a impressão de que os senhores são todos e cada um coniventes com os desmandos de que acusam o senhor José Sarney de ter realizado.

Como cidadão, jamais me deixaria liderar por uma pessoa acusadas de crimes e falhas graves. Me rebelaria contra tal comando e imporia a condição de ele ou eu na associação, clube, seminário, fosse lá o grupo social que fosse.

Causa-me repugnação assistir a uma sessão do plenário do Senado com os senhores reunidos como se nada houvesse acontecido.

Aos parlamentares da situação minhas mais profundas manifestações de desaprovação por se sujeitarem a manter no poder quem já é sabidamente transgressor das leis do país. A postura de apadrinhar um companheiro mesmo sabendo que ele está errado, pelo simples fato de ser companheiro, reflete a personalidade dos pais, mães, amigos, padrinhos, líderes que vossas excelências são. São capazes de apadrinhar um bandido, um homicida, um estuprador, um sequestrador pelo fato raso de ele ser seu amigo. Deplorável!

Aos da oposição, minha reprovação pela falta de atitudes mais definitivas, por não saberem se impor e baixarem à cabeça ao comando de qualquer pessoa sem se oporem de verdade às situações vexatórias para o Senado e para suas próprias biografias. É uma grande pena o país estar nas mãos de uma situação conivente com o crime e uma oposição inoperante.

 

Marcos Pontes

3 comentários:

Laguardia disse...

Já enviei meu protesto. Vamos continuar enviando mesmo sem receber resposta. Água mole em pedra dura tanto bate até que fura.

Cachorro Louco disse...

Marcos : sugiro começarmos uma campanha para fazer as Forças Armadas reagirem contra esse estado de coisas .Mas uma campanha firme sem data para acabar .Uma campanha que só termine quando houver uma reação das FFAA.Naõ acredito mais em outra solução .Abraços

Carlos Emerson Jr. disse...

Se você não fica mesmo aborrecido, vou copiar esse outro texto e mandar pros 3 bananas aqui do Rio. Como falei ontem, o mínimo que a gente faz é encher o saco deles!
Um abração.