Pesquisar neste blog e nos da lista

quinta-feira, setembro 10, 2009

Quinta arrumada

 

elvis

 

Nem tudo está perdido. Quase tudo, mas nem tudo.

O genro de Sarney, Jorge Murad está sendo processado pelo Tribunal de Justiça do Maranhão; O Ilusionista está arrolado como testemunha no processo do mensalão que corre no STF, algo inédito na história da República, ter o presidente como testemunha; Battisti, o terrorista italiano, está quase tendo seu refúgio cassado pelo mesmo STF... Uma semana auspiciosa em se tratando de resoluções da Justiça.

Escaldado, já espero pela absolvição em julgamento ou por decurso de prazo que levaria à extinção da pena por caducação dos possíveis crimes; que o depoimento do Ilusionista seja cheio de meias palavras e nenhuma verdade levando aos juízes tomarem como verdade absoluta e provas incontestes tudo o que ele disser, levando à extinção do processo contra Roberto Jeferson, Delúbio Soares, Marcos Valério e quem mais estiver sendo processado; e que Cesare Battisti ganhe liberdade e asilo político. Pessimista? Talvez. Mas ninguém pode negar que motivos tenho de sobra pra pensar assim.

Mudando de tema, mas mantendo o assunto, me perguntaram porque chamo o presidente de O Ilusionista. Pelos mesmos motivos porque chamo sua ministra da Casa Civil de A Terrorista Quase Humana: 1. Porque é verdade; 2. Para ensaiar uma possível fuga da censura caso a internet comece a ser censurada com a mudança das leis eleitorais ou seja aprovado o projeto de lei do Eduardo Azeredo.

Azeredo e meia dúzia de policiais ideológicos fantasiados de parlamentares querem que todo internauta se identifique. Até entendo, para desgosto de muitos amigos. Se o Artigo Quinto da Constituição Federal assegura o direito de opinião, ele também renega o anonimato. Quanto ao anonimato, não tenho problema, sempre me identifiquei, o que tenho medo é da censura das idéias. Por mais inocente que me considere, dado o direito que tenho de falar o que quiser, quando e como desejar, sei que alguns malucos podem tentar me calar, como vem tentando e até conseguindo amordaçar vários blogs e sites. Eu ter direitos não significa que não corro o risco de encarar advogados, promotores, juízes e muita aporrinhação apenas por abrir a boca.

Aprendi com os jornais e revistas da época da ditadura. Quando tinham uma matéria censurada, publicavam no espaço receitas de bolo ou poesias chinfrins ou não. Escamoteavam os nomes de autoridades e políticos com pseudônimos. Arrumavam maneiras bem humoradas de driblar a tesoura cega. Aliás, este substantivo tem duplo sentido. Cega por não ter fio, cortar errado, burramente, deixando pontas soltas e mal acabadas; cega também por não ver. Censores são burros por excelência. Só asnos se sujeitam à missão criminosa de censurar a opinião alheia por discordarem delas ou por não as compreenderem.

Azeredo, ao propor a censura, está fazendo o jogo do Ilusionista que mira-se em El Loco que fecha rádios, lacra jornais, cassa televisões que não aceitam seu autoritarismo bolivariano. O governo brasileiro tem calado a imprensa opositora com a compra de espaços publicitários, mas não consegue calar/comprar a todos, daí o risco de apelar para a cassação da palavra, o fechamento sumário, o processo penal fantasiado de legalidade. Azeredo não percebeu que está armando o inimigo. Até parece o Papaléo, o tucano de estrelinha no peito e Sarney na cabeça.

©Marcos Pontes

3 comentários:

Saramar disse...

Quem diria, hein, Marcos, que iríamos voltar aos tempos da censura, ,justamente quando o mundo inteiro se abre para todaas as formas de comunicação, com exceções de sempre, claro.
esses esquerdistas, como Azeredo, nunca se modernizam?
O pior é ver estas idéias antiquadas e indecentes ainda encontrarem eco diante dos legisladores.
Mas também, com os legisladores que temos...

beijos

Laguardia disse...

Amigos de fé e luta! Já está na hora de pensar em um meio de darmos continuidade a tudo isso. Estamos inspirando e sendo inspirados por essa bela campanha.

Criei o http://bravagentebrasileira.ning.com/ . Na opinião de vocês isso funcionará para que continuemos unidos? Esse ning é uma espécie de rede, onde é feito cadastro e só participam os cadastrados. Ainda não editei e nem defini o layout, mas já peço a opinião de vocês. O que vocês acham? Conhecem?

Ah...lembram-se da idéia dos adesivos? Ainda está de pé? Vamos adesivar nosso país? Opinem também!

Assistiram o programa partidário do PV com a doce Marina? Babei! Ela vem com tudo...

Agora somos 72 corações brasileiros, acordando mais tantos adormecidos!

Está na hora de começarmos a agir mais concretamente, continuamos a protestar nos nossos blogs, e mails etc., mas vamos partindo para ações mais concretas.

No entanto a participação do maior número de pessoas possíveis é necessária.

Mais uma vez parabéns a Thaís belo brilhante trabalho que vem realizando em prol do Brasil

Envie suas sugestões como comentários para:

http://brasillivreedemocrata.blogspot.com ou para http://omundobythais.blogspot.com/

Luma disse...

Marcos, você acha mesmo que o Azeredo não percebeu que está armando o inimigo?
Não respeitam mais partidos, viraram todos farinha do mesmo saco!
Beijus