Pesquisar neste blog e nos da lista

sábado, junho 20, 2009

Vai Piorar? Vai!

clayton

Clayton, O Povo, CE

Fantástico link: Teerã minuto a minuto!

  • O mordomo da casa de Roseana Sarney em Brasília é pago pelo Senado. Não há mais nada a se falar sobre o episódio em si, dado tudo o que foi revelado na última semana e negado pelo Sarney em seu discursozinho meia-sola pra enganar bobo e fazer de conta que prestou contas à sociedade e a seus pares já é suficiente para cada brasileiro tirar suas conclusões, menos para a Justiça porque esta é cega e remunerada e ainda não recebeu seu pagamento por nenhuma das partes, Sarney ou o povo. Mas não é só ele, não…:

 

  • Serys Slhessarenko, PT-MT, tem uma assessora, também na folha de pagamento do Senado, que vive nos Estados Unidos. A impressão que fica é que Sarney privatizou a Casa e Serys abriu uma franquia no exterior, talvez para pagar menos impostos, os daqui são muito altos, além das propinas que já não são mais de  10%, chegam a 15% ou até à sociedade igualitária, dependendo dos sócios que se consegue.

 

  • Aí Lula vem a público defender o antes desafeto e hoje conselheiro e abridor de portas. Não foi o PIG ou invenção de humoristas, como gostam de alegar os defensores cegos do Marolinha, mas o próprio presidente: “Sarney não pode ser tratado como uma pessoa comum”. Opa!

 

  • Se não me engano, entre os preceitos do direito romano está que “todos são iguais perante a lei”. Até por isso mesmo, a Constituição Federal prega que nenhum cidadão pode ser diferenciado de outro, a grosso modo. Portanto, do ponto de vista legal, Sarney é, sim, senhor, uma pessoa comum, igual a todos e cada um e deve responder pelos seus atos diante do juízo como responderia qualquer outro brasileiro. DEVERIA! Mas nós todos sabemos que não irá.

 

  • Demitiu um diretor, acusou outros dois já demitidos, contratou uma auditoria que levará CINCO DIAS para analisar todos os atos secretos, que podem somar mais de mil, e ninguém mais falará sobre isso.

 

  • E a patuléia imbecilizada pelo sectarismo, ainda dá razão a Lula, culpa a imprensa, como se esta tivesse contratado a parentada do Zel Bigodon ou falsificado seu olerite com o auxílio-moradia ou dado um mordomo para Roseana. O viés ideológico dos petistas não me irrita, muito pelo contrário, reconheço como direito de qualquer cidadão. O que me deixa puto dentro das calças é a mania de achar que todo mundo é burro, é a argumentação pré-fabricada pelos mandantes do partido e repetida pela massa manobrada como se fosse uma oração ao Altíssimo, a verdade absoluta. Pior, burrice e idiotia são contaminantes.

 

  • Essa base não lê, por exemplo, que os helicópteros de Ahmadinejad, o mais novo queridinho da esquerda brasileira, estão dispersando os adversários em manifestações contra as fraudes e pela recontagem dos votos, com água quente; não vêem também a oitava morte – pelo menos oitava descoberta pela imprensa internacional – de opositores por meio de bombas da repressão. Não lê que os aiatolás mandaram recontar somente 10% dos votos. E acreditam que 30% de diferença nos votos descaracterizam fraude. Ora, Sadan Hussein era eleito com 99% dos votos, ou seja, 98% de diferença do NÃO, que era o outro candidato.

 

  • Bom, pelo menos uma coisa certa ele falou nos últimos dias: “Quem desmatou a Amazônia não é bandido”. Não é uma verdade absoluta, mas aplica-se à maioria dos empreendedores que, em busca de condições melhores de vida para si e suas famílias, desmatam para plantar seu alimento e seu sustento, para criar gado que é matéria de exportação e de alimentação (óbvio), que retiram madeira para a construção civil e movelarias, sendo a primeira atividade um dos termômetros da economia nacional. O que Lula, ONGs, Ibama, Secretarias do Meio Ambiente e todos os outros órgãos e entidades voltados para o meio ambiente não sabem ou fazem de conta que não sabem, é que os madeireiros legalizados pagam uma taxa para o Ibama fazer o reflorestamento das áreas derrubadas. O Ibama embolsa essa grana e não replanta. Ou seja, é mais um dinheiro que o produtor dá para o governo e é desviado.

 

  • Lula virá a público defender o emprego do companheiro-mordomo da comadre Roseana?

 

 

©Marcos Pontes

3 comentários:

Eliaz disse...

Belo post meu cara, sabias palavras.
E eu não sabia dessa taxa para reflorestamento, pouca vergonha mesmo.

Bea - Compulsão Diária disse...

Texto denso e diversificado. Você consegue alinhavar vários problemas, fatos, crises num feixe e nos entrega organizados e analisados com humor irônico e mostra sua indignação.Você sabe, tem domínio da escrita e um pensamento claro. Iluminado;)
Meu pitaco é que Lula cometeu um lapso a mais em sua série de atos falhos de arrepiar qqer psicanalista de bagé.
Pra ele Sarney não é uma pessoa comum. Como ele tb não se imagina mais um comum.
O inconsciente pessoal revela sempre. E Lula não me parece nem um pouco assessorado nas coisas do Isso. E assim escapam minúcias..
Sim, é o fim do mundo. Como avançar se por mais que se avance o governo chega primeiro com essa política bárbara? Sim, barbaridade no sentido do feroz, do primário e do antigo. Lula está cada vez mais horrendo.

Qto ao Teerão, então, o desrespeito foi imenso. diante desse enorme problema pra Lula era um flamengoxvasco. E dá-lhe ato falho. Colapso!

Blog de um Brasileiro disse...

Marcos, estou horrorizado com o que Lula falou sobre Sarney ser tratado como uma pessoa comum. Rapaz, bizarro demais. Escrevi, quase que em transe, e botei para quebrar. Como disse ao Languardia, acho que falei excessos entretanto não retiro uma vírgula.
Abraços
Blog de Um Brasileiro