Pesquisar neste blog e nos da lista

quarta-feira, novembro 17, 2010

Ditadura em slow motion

joao-franco-caricatura-01

 

A ditadura em slow motion foi o conceito que, se não me engano, Reinaldo Azevedo criou para definir o golpe pardo – porque branco, imaculado, é algo que me recuso a imaginar vindo do Hugo Chávez –que se aplica na Venezuela.

Este tipo de ditadura é o mais torpe de todos os tipos. Ele não se apresenta como propósito de ditadura como esperamos que uma ditadura se apresente. Ele não mostra sua face autocrática na figura estereotipada dos ditadores montados a cavalo, envergando um uniforme militar enfeitado de medalhas e bigodão a la Zapata. Ele não mostra a face áspera de um regime absolutista com tanques à mostra e paredões crivados de balas e manchados do sangue dos opositores.

A ditadura em slow motion, produto da mente doentia do mandatário venezuelano nasceu da urgência que o Foro de São Paulo tinha de montar um modelo para os países que enviaram signatários. Chávez, louco esquizofrênico e megalômano, uma espécie de Hitler iletrado, não podia, pelas suas características psicóticas, costurar planos elaborados, maquinar com intelectuais de sua estirpe. Meteu o pé na porta e partiu para o ataque.

Fantasiou sua ditadura de democracia e impôs plebiscitos e referendos, dando ao eleitor a falsa ilusão de que ele, o eleitor, quem decidia os rumos políticos da nação. Aproveitando o cacófato, aí danou-se.

Por plebiscito, por exemplo, deu-se um terceiro mandato. Por referendos anulou leis antigas e deu-se o poder de prender qualquer opositor sempre com o mesmo argumento paranóico de golpistas em maquinações. Fechou veículos de comunicação que sequer falassem mal de sua boina vermelha. Aloprou geral. E quando seus concidadãos perceberam o golpe, era tarde.

A fortuna pessoal estava garantida, assim como a autointitulação de representante direto do Divino. Breve tornar-se-á o Deus Sol redivivo.

A amiga tuiteira @anagrana_ me chamou a atenção para artigo no blog do Aluízio Amorim (@blogdoamorim) que nos traz a aprovação de parecer da Comissão de Constituição e Justiça do Senado da PEC 26, que reza a autorização de realização de plebiscitos e referendos populares. Assim nasce um grande problema.

Vivemos numa democracia representativa, por isso elegemos legisladores, para que nos representem. O uso de plebiscitos e referendos é maneira pseudodemocrática de dar ares leves a uma ditadura em slow motion também no Brasil.

Dar ao povaréu iletrado e venal o direito de decidir que leis devem ser anuladas e que mecanismos legais devem ser implementados, é tirar dos nossos representantes legais e eleitos o poder de legislar. É dar à massa manipulável o direito de aprovar os desejos de quem vende melhor a idéia em propagandas de conteúdo raso e apelação marqueteira profunda. É o primeiro tiro na democracia de fato.

O PT criou o mote do orçamento participativo, lá pelo final dos anos 80, quando ganhou as primeiras prefeituras. Lembram disso? Os que lembram podem nos dizer quando que o tal orçamento participativo deu certo ou foi deveras aplicado em algum município petista? Pois me adianto e respondo: Nunca! Foi apenas um engodo para passar ao populacho que ele mesmo, o populacho, havia reunido-se e decidido o que fazer com o dinheiro público.

A PEC 26 é o exemplo de Chávez sendo seguido por um grupo que, nos últimos oito anos, tentou, por várias vezes, impor seu absolutismo vermelho, sempre dando de cara no muro de alguns jornalistas, articulistas e intelectuais mais atentos às manobras comunistas. Se for aprovada no plenário, não resta dúvida, e podem escrever para me cobrar depois, a primeira consulta ao eleitor será sobre o controle público, ou externo, como eles gostam de dizer, dos veículos de comunicação.

Não me causa surpresa que enganadores fingidos de oposicionistas e bons caráteres, como o senador Álvaro Dias, assinem o parecer da CCJ. Esses covardes ajudam a entregar o bolo aos bolivarianos que nos governam e sonham ser enteados do casal Fidel Castro e Hugo Cháves.

Já preparo e-mail para mandar aos parlamentares sobre o assunto. Quando entrar em pauta de votação o enviarei e colocarei aqui. Enquanto isso, nos preparemos, os democratas e “golpistas”, a colocarmos pressão contra esses senhores.

 

©Marcos Pontes

5 comentários:

Sonia disse...

Governos totalitários ou pseudodemocratas sempre usam a "cortina de fumaça" ou bomba de efeito moral para desviar a atenção do povo do verdadeiro golpe.
Particularmente, não sou a favor do retorno da CPMF, mas agora vejo o imposto como algo mínimo perto do que um plebiscito pode vir a fazer com nossa Constituição ou outras leis menores, mas não menos competentes.
Nós, que acreditamos no caminho da Oposição, acho que deveríamos repensar nossos alvos de luta e protesto, antes que sejamos pegos de surpresa com a fumaça ainda nos olhos...
Mais um texto brilhante e lúcido! Parabéns!

Márcia de Alencar disse...

Da aprovação de plebiscito e referendo populares para a perpetuação no poder por essa corja é um pulo.

Beatriz disse...

Muito bom texto que repercute a preocupação da @aanagrama.
claro e eficiente. Bem escrito e estimulante como sempre.
só não concordo com o título porque a meu ver a ditadura quebra sobre nós como um tsunami...já se formou lá em alto mar e vem arrastando tudo.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Não estou brincando, eu penso em pedir asilo político se a coisa piorar.

Fernando Lopes de Almeida Soares disse...

*

Bronca do Brizola
contra as urnas eletrônicas
faz hoje sentido?

- FLASh

*

Ao venezuelano
chavismo um "não" retumbante
mundo afora ecoa?

- FLASh

http://www.brasilpost.com.br/yoani-sanchez/o-casamento-da-venezuela-com-o-chavismo_b_8868078.html

*

Nem sequer as urnas
Smartmatic conseguem
dar força ao Maduro?

- FLASh

https://m.youtube.com/watch?v=-l5HCuLDiJM

*

Reagindo ao fracasso
nas urnas, Maduro anseia
morrer qual Kadafi?

- FLASh

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/01/1729975-maduro-decreta-estado-de-emergencia-economica-na-venezuela.shtml?cmpid=newsfolha

*

MagisMefistóffolis
ao ansiado voto impresso
fazendo cu doce?

No próximo pleito
após "eleger" petistas
vai pensar no assunto?

- FLASh

http://m.politica.estadao.com.br/noticias/geral,toffoli-se-manifesta-contra-impressao-do-voto,1711932
https://m.facebook.comm/story.php?story_fbid=1676389525937381&id=100006990498330
http://cristalvox.com.br/2015/05/02/insustentavel-toffoli-no-stf-impeachment-em-marcha-contra-um-ministro-vergonha-na-corte/

*

Malicioso veto
da Dilma aos votos impressos
enfim derrubado?

Autêntica nova
Lei Áurea escravos liberta
de urnas eletrônicas?

*

Venezuelano
suicida exemplo seguindo
quem não vai às urnas?

Só crente ou petralha
votariam não mais sendo
obrigatório, uai?

Às pródigas tetas
petrolíferas cobiçam
vorazes pastores?

*

Exibicionista
mico de "infalíveis" urnas
pagando o Maduro?

Gigante nariz
em cara-de-pau eleita
fraudulentamente?

- FLASh

"A Fraude" - https://youtu.be/hF7UOsZMQn8
http://folhacentrosul.com.br/brasil/7790/procurador-denuncia-fraude-na-contratacao-das-urnas-eletronicas-das-eleicoes-de-2014
http://www.mundodiario.org/2015/09/advogados-pedem-saida-de-toffoli-do-stf.html?m=1
http://sintesenewsP assustando?


- FLASh

https://youtu.be/Zr1rzKZjIlc
https://youtu.be/Lq0dIvnvp-U

*

Jagunços baleiam
num palanque eleitoral
rival de Maduro?

- FLASh

http://cristalvox.com.br/2015/11/26/venezuela-muduro-e-suas-milicias-assassinam-lider-de-oposicao/
https://hle1ac59b01dtcs9l.wordssl.net/un-final-caotico-y-violento-pronostican-tragico-desenlace-de-crisis-venezolana/
http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2015/11/novo-presidente-da-argentina-quer-suspensao-da-venezuela-do-mercosul.html?utm_source=whatsapp&utm_medium=share-bar-desktop&utm_campaign=share-bar

*

https://youtu.be/hF7UOsZMQn8


Fernando Lopes de Almeida Soares
IFP/RJ 2477412 cel 319, 9882 5505
Rua Joanésia, 316 ap 301 Serra
30240-030 Belo Horizonte, MG

.